quarta-feira, 21 de junho de 2017

MEU AVÔ TEM UM BOLSO MÁGICO

MEU AVÔ TEM UM BOLSO MÁGICO



Meu avô é diferente. Ele tem um bolso mágico.
Qualquer momento do dia, encontrando com ele pelo caminho:
- Vô Nino, me dá uma bala?
Banana, maçã ou uva... No seu bolso tem balas infinitamente.

Meu avô é impressionante. Ele tem um bolso incrível!
Tira de lá um pente bem fininho,
Penteia os cabelos lisos e negros.
E apesar de já ter soprado mais de setenta velinhas,
Seu cabelo nunca fica branco.  

Vô Nino é admirável. Ele tem um bolso fantástico.
De manhã, pinta paredes.
De noite, o pincel vira arte e pinta nos quadros
caminhos de felicidade.

Vovô é apaixonante. Ele tem um bolso extraordinário.
Com a pá que tira do bolso, ele levanta um muro rapidamente.
E com a simpatia que leva no rosto
 constrói amizades pela vila:
--Vem tomar café aqui em casa, seu Nino!

Vô Nino é admirável. Ele tem um bolso criativo.
Com a colher que tira de lá, faz café cheirar longe.
Todo mundo vem pra casa do Vô Nino e vó Tiana
Porque de longe escuta o cheirinho de café.

Mas o melhor de tudo isso,
Não tem como explicar.
No seu bolso, todo dia,
Qualquer hora que chegar,
Tem balas infinitas, é só pedir, ele te dá.
  

Não pensem que estou inventando, não, não.
Estão pensando que isso é brincadeira?
Vô Tiana é Sebastiana e vô Nino é Sebastião
Eles moram na rua Sebastião Laranjeiras.



Postar um comentário

Comente com o Facebook:

Comente com o Facebook: